quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

ORVAM - Belém ganha ONG para vítimas de escalpelamento

A Organização Não Governamental dos Ribeirinhos Vítimas de Acidentes de Motor (Orvam) acaba de ganhar sede própria em Belém. A sede da instituição foi erguida em tempo recorde de 12 dias. O novo espaço foi inaugurado nesta quinta-feira (27).

A construção foi realizada por um programa televisivo e recebeu apoio da Prefeitura de Belém, que além de ter doado o terreno e repassado a posse para a ONG, também disponibilizou maquinário para a realização das obras, bem como auxiliou no sistema de drenagem do local e na retirada dos entulhos da construção. O terreno doado pela Prefeitura de Belém é uma área de 140 m² situada na Avenida João Paulo II, Lote 134, Bairro Castanheira, CEP 66.645-240 - Belém - Pará.

A sede da Orvam possui 90² de construção, que compreendem seis compartimentos, entre a recepção, banheiros, cozinha, salas de atendimento e oficina. Lá a organização deve atender pelo menos 20 pessoas por dia com atendimento psicológico e atividades lúdicas para a recuperação da auto-estima, e também abrigar uma oficina de produção de perucas.

A construção foi entregue em clima festivo com a participação de um grupo de carimbó e do ritmo tecno-melody de Keila Lima e Banda. Centenas de pessoas, a maioria moradores dos arredores, prestigiaram o evento.

Mais informações:
Presidente da ORVAM
CRISTINA SANTOS
Avenida João Paulo II, Lote 134, Bairro Castanheira, CEP 66.645-240 - Belém - Pará.
Tel: (91)3231 1177
www.orvam.org.br
Email:

  • Acidentes nos rios já contabilizam 250 vítimas

Aos dez anos de idade, Arlene Castor foi vítima de escalpelamento, um acidente que já vitimou cerca de 250 meninas e jovens nos rios da Amazônia nos últimos vinte anos. O acidente acontece quando os cabelos se prendem no eixo das embarcações e arrancam parte do couro cabeludo da vítima. 

Mesmo após 29 anos, Arlene ainda tem as lembranças do acidente gravadas na memória. “Eu estava dormindo no barco e quando levantei uma tábua empenou e eu caí. Meu cabelo era grande e enroscou no motor”, conta. Arlene teve perda de 40% do couro cabeludo e passou cerca de três meses internada.

Apesar do número de acidentes ter diminuído, muitas embarcações ainda navegam sem a proteção necessária do eixo do motor, item obrigatório por lei. 

ACIDENTES 
No ano passado foram 10 acidentes e, este ano, seis já foram registrados. Segundo o tenente Marco Antônio Costa, a Marinha doa e instala as coberturas para proteção do motor, uma tentativa de diminuir os acidentes. “Nas ações de inspeção fazemos a abordagem e a instalação da proteção de maneira gratuita”. De 2009 até este ano já foram instaladas cerca de duas mil coberturas

Como amanhã é celebrado o Dia Nacional de Combate e Enfrentamento ao Escalpelamento, uma ação educativa de conscientização foi realizada ontem na praça Dom Pedro I e nos portos da cidade. “Esse não é um problema só de quem está nos rios. Ele atinge quem está na capital e sente a dor dessas famílias. Temos a obrigação de nos tornarmos agentes multiplicadores”, disse Socorro Silva, coordenadora de Educação em Saúde e Mobilidade Social da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Segundo a coordenadora, os danos para quem passa pelo acidente são irreversíveis. “É um trauma muito grande, não só para a vítima como para a família. Dependendo do caso, o cabelo não volta a crescer mais”, explicou. “Eu nunca me conformei, chorava bastante depois do acidente, não podia nem ver uma pessoa se penteando. Mas agora estou usando um expansor (espécie de bolsa de silicone) e meu cabelo está nascendo de novo. Daqui a mais alguns meses vou ter o meu cabelo mesmo”. 

OS ACIDENTES CONTINUAM


Criança de 7 anos é vítima de escalpelamento em Breves
Uma criança de sete anos foi vítima de escalpelamento em Breves, na Ilha do Marajó, neste domingo (1º). É o terceiro caso em menos de uma semana, ocorrido dentro de embarcações que navegam pelos rios paraenses. Os outros dois foram, um em Portel, também no Marajó, e outro em Oeiras do Pará, nordeste paraense.

A vítima de Breves foi trazida para a capital de helicóptero pelo Grupamento Aéreo do Corpo de Bombeiros para a Santa Casa de Misericórdia, hospital referência nesse tipo de atendimento. O estado de saúde delas está estabilizado.

Outros casos - Em menos de uma semana o Corpo de Bombeiros atendeu três pessoas vítimas de escalpelamento, sendo duas no Marajó (Portel e Breves) e uma no município de Oeiras, no nordeste paraense. A vítima de Oeiras, uma adolescente de 13 anos, perdeu 70% do couro cabeludo. A de Portel foi levada para atendimento no Hospital Regional de Breves e tem quadro clínico estável.

Escalpelamento - Os acidentes com escalpelamento ocorrem geralmente em barcos pequenos, principal meio de transporte no Estado, quando o eixo do motor fica desprotegido. O cabelo solto, por descuido, pode prender no eixo do motor, causando a perda total ou parcial do couro cabeludo.

Fonte

SERVIÇO 
Quem quiser mais informações sobre o serviço da Marinha, que disponibiliza a proteção para o eixo do motor, pode ligar para o disque-segurança da navegação, pelo número 0800-2807200. (Diário do Pará).

Leia Também: ONG ORVAM PEDE PROTEÇÃO CONTRA ASSALTOS
-->

-->

36 comentários:

  1. Telefone para contactar para doação de cabelos. Assisti o programa de domingos. Simplesmente emocionante. Quero participar com doação se meu cabelo servir.

    ResponderExcluir
  2. oi meu nome e marcos e fiquei emocionado com as historias e queria conhecer saber mais sobre a historia da menina que apareceu no programa do gugu eu esqueci o nome dela ...
    e achei muito interesante e historia dela

    ResponderExcluir
  3. Para onde enviar as doações de cabelos e se existe alguma recomendação de como enviar.

    walter - Osasco-SP

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Gostaria de doar cabelos para a ong ORVAN.
    Como faço para enviar?
    Se possível, passe-me o endereço completo.
    (Moro na Bahia)
    e-mail: mas_ane@yahoo.com.br
    Mariane

    ResponderExcluir
  5. GOSTARIA DE SABER O ENDEREÇO COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO.


    danielacastanheira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    gostaria de doar meus cabelos. Moro em SP.

    Penso em enviar pelo correio. Preciso do

    endereço completo para o envio.

    Obrigada.

    Este é meu email para contato:

    deborarsantos.adv@gmail.com

    Débora

    ResponderExcluir
  7. olá, todo bem.
    Meu nome é Edvan, moro em São Luis, no Maranhão. E assistir a reportagem do gugu, e vi o drama e toda a foça de cada uma de vocês. Para retomar seu afazeres diarios, e percebir que vocês são verdadeiras guerreias.
    Um grande abraço para voçês. E que voçês continuem lutando sempre.

    ResponderExcluir
  8. Oi!!Meu nome é Geovanna. Eu queria muito conhecer a Edilene, eu queria o hotmail dela me manda pelo meu hotmail: geovannasousadias@hotmail.com. Ou tambem me passa pelo hotmail o numero de telefone dela ou da ONG. Por favor eu quero muito entrar em contato com ela.
    Obrigado pela sua a atenção!

    ResponderExcluir
  9. Meu nome è Sandra Felicia, moro aqui na Italia, cidade chamada Ravenna, vi o programa do Gugu e ofereço um trabalho como baba na mia casa, pois tenho uma nene de 6 meses, se alguma mulher ou moça, vitima de acidente de motor quiser vir me ajudar na italia. Para mais informaçoes: felixcalabria@hotmail.it. Aprender uma nova lingua e conhecer a Europa pode aumentar a auto estima, e depois de um ano voltar ao Brasil com mais experiencias novas pra dividir com a ong.

    ResponderExcluir
  10. oi gostaria de saber como faço para compra uma perucas ou um protese..e quanto esta custando, pois tenho alopecia.

    ResponderExcluir
  11. Olá tenho uma conhecida q foi vitima de escapelamento,ela reside em castanhal,no estado do Pará.Sei q bem embreve ela irá procura-los,peço q a ajudem.Desde ja agradeço e tambem parabenizo a todos,peço q Jesus abençoe grandemente esse projeto.
    Jullyane Thayse

    ResponderExcluir
  12. Olá a todas vcs, mulheres guerreiras e perseverantes...fiquei emocionada ao assistir a reportagem, vi o quanto somos pequenas diante de acontecimentos como estes e pessoas como vcs, a um tempo atrás adquiri um aplique para aumentar meu cabelo pois achava ter pouco, quando assisti senti o quanto a nossa vaidade é maior que a capacidade de enxergar o que é necessidade... isso me fez querer doar a vcs meu aplique pois tive certeza que não preciso dele... por favor aguardo um contato pra saber qual a melhor forma de enviá-lo a vcs.
    Fiquem com Deus, e que ele continue abençoando cada vez mais a vida de vcs... Parabéns pelo projeto.

    Rubia Vittorazzi ( Uberaba - MG)

    ResponderExcluir
  13. Quero doar meu cabelo a voceis. Como devo fazer. Aguardo resposta.

    abç Mulheres Guerreiras

    ResponderExcluir
  14. OIE...PAZ!
    FAVOR ENVIAR O ENDERECO P DOACAO...DE CABELOS.
    PELO EMAIL DEPENDENTEDEDEUS@HOTMAIL.COM

    HÁ DIAS Q JÁ OS CORTEI P DOACAO..MAS, PRECISO DE UM ENDERECO CONFIRMADO...
    É O MESMO Q ESTÁ ACIMA...AV.JOAO PAULO II...
    DEUS CONTINUE OS ABENCOANDO E DERRAMANDO UNCAO DE RENOVO, FORCA E ATITUDE...
    PQ SOMOS FRACOS E O DESÂNIMO É A PIOR ARMA FORJADA POR SATANÁS P FRUSTAR OS NOSSOS PLANOS, MAS NOSSA FÉ EM DEUS É Q NOS GARANTE O TRIUNFO, EM CRISTO...
    BJUS E PERSEVEREM...APESAR DE ...
    NAO IMPORTA A CIRCUSNTÂNCIA...
    DESPERTA-TE.

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem!!!
    Meu nome é Fabiano Lima D'Abadia Brito, moro em Uberlândia - MG e sou Gestor Público.
    Desde que vi a reportagem no programa do Gugu, tenho acompanhado toda a força para estruturação desta entidade e sempre falando por telefone com a Cristina.
    Mais uma vez me coloco à disposição para assessorar na parte administrativa e captação de recursos, principalmente nos âmbitos Estaduais e Federais, junto aos governos, pois gosto muito desta burocracia.
    Meus contatos são: (34)3210-0237/9188-3032 ou pelos e-mails: dabadiajovem@bol.com.br/dabadiajovem@yahoo.com e msn: dabadiajovem@hotmail.com
    Um grande abraço para todas e aguardo contato.

    ResponderExcluir
  16. Oi...Por longos anos cultivei meus cabelos para a doação...
    Gostaria de estar realmente segura de que eles irão chegar a quem realmente necessita...

    Por favor, entrem em contato comigo...

    ananeres-wilame@hotmail.com

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  17. Ola, meu nome è Maria Cristina B. Freitas, e resido em Uberlandia - Minas Gerais. Assisti o programa de GUGU e me emocionei com a luta e a coragem de voces em vencer as barreiras da vida. São poucas as escolhidas de Deus para enfrentarem tudo o que passaram, com amor e valor nas pessoas. Voces realmente sao umas guerreiras.
    Mas o meu motivo principal e que desde o momento em que assisti o programa, pus como minha meta cortar meu cabelo e enviar a voces, pois como voces disseram em entrevista no dia da inauguração da ONG, cabelo cresce.
    Por favor me escrevam a melhor forma de enviar a voces, espero que sirva para colorir o sorriso de alguma guerreira.
    Meu E-mail: jlecris@bol.com.br

    Abraços, coragem ........
    " Nunca diga para Deus que voce tem um grande problema, diga sim, para seu problema que voce tem um grande DEUS".

    ResponderExcluir
  18. Prezados endereço correto para postagem via correios é:
    Destinatário:
    ORVAM
    A/C : CRISTINA SANTOS
    Avenida João Paulo II, lote 134,
    Bairro Castanheira,
    CEP 66.645-240 – Belém - Pará.

    ResponderExcluir
  19. oi como vai sou uma vistima do escapelamento tenho 44 to a tres ano kerendo compra uma peruca mas nao consigo minha cituacao finaceira nao e nada boa moro na cidade de urucara no interior do amazonas! gostaria de um ajuda da ong para poder realisar um grande sonho na minha vida .
    meu numero de telefone :92663059
    imal:maikonalfaia@hotmail.com
    urucara:amazonas

    conto com a ajuda de vc! bjs maria helena

    ResponderExcluir
  20. OLÁ,

    MEU NOME É CRISTINA SANTOS ,

    SOU A PRESIDENTE DA ORVAM E FICO FELIZ POR SE SENSIBILIZAREM COM A CAUSA DO ESCALPELAMENTO.
    EM RELAÇÃO AS DOAÇÕES DE CABELO QUE JÁ FORAM FEITAS , CONSEGUIMOS FAZER CERCA DE 16 PERUCAS, MAS PRECISAMOS DE MUITO MAIS . TENHO CADASTRADAS 50 MENINAS E MUITAS AINDA AGUARDAM SUA PERUCA.
    COM SEIS MESES DE TRABALHO JÁ CONSEGUIMOS REALIZAR MUITAS ATIVIDADES, VISITEM NOSSO SITE
    www.orvam.org.br, ESTAMOS REORGANIZANDO E POSTANDO NOSSAS ATIVIDADES CONFORME VÃO ACONTECENDO

    NÃO DEIXEM DE DOAR CABELOS.
    O END CORRETO PARA DOAÇÃO É

    AV. JOÃO PAULO II LOTE 134 BAIRRO: CASTANHEIRA
    CEP 66.645-240 FONE (91)3231 1177 BELÉM - PA

    NOS DESCULPEM PELA DEMORA EM RESP OS E-MAILS , POIS A DEMANDA DE ENTREVISTAS E ATIVIDADES E GRANDE GRAÇAS A DEUS.

    EU ACREDITO NA TRANSFORMAÇÃO DO SER HUMANO E MAIS AINDA QUE EXISTEM PESSOAS DE BOM CORAÇÃO EM AJUDAR O PRÓXIMO.

    MAIS UMA VEZ EM NOME DA ORVAM O NOSSO MUITO OBRIGADO E ATÉ UMA PRÓXIMA OPORTUNIDADE

    ResponderExcluir
  21. desde que vi a materia no gugu fiquei emocionada com a força dessas mulheres.como ja estava querendo cortar meus cabelos nao pensei duas vezes,cortei e enviei.espero que sirva.beijos
    izabel
    belo horizonte

    ResponderExcluir
  22. MEU NOME É EMERSON MORO NO ESTADO DE SÃO PAULO E GOSTARIA DE IMPLORAR À ALGUM EMPRESARIO QUE POSSA CONFECCIONAR UMA CAPA DE PLÁSTICO (NÃO PRECISA SER MUITO DURO) MAS QUE SEJA FÁCIL DE FIXAR E POSSA SER DOADO À ESSA ABENÇOADA ONG POR QUE NÃO É POSSÍVEL QUE TANTAS VIDAS SEJAM MACHUCADAS POR PURO DESLEIXO DE UM MOTOR EXPOSTO NÃO EXISTE CARRO COM MOTOR EXPOSTO ISSO É PURA FALTA DE INICIATIVA E FALTA DE CONSIDERAÇÃO COM O PRÓXIMO DA PARTE DOS DONOS DE BARCOS.

    ResponderExcluir
  23. Ola Sou Terezinha Gaia gostaria de saber como eu faço o cadastro pois eu tambem fui vitima de escalpelamento.Eu moro em tucurui do Pára...Meu e mail diodiodance@hotmail.com
    meu numero e´09437879758 obrigada.Espero que possa realizar meu sonho de possuir uma linda peruca fabricada com cabelo natural.

    ResponderExcluir
  24. Olá Terezinha
    entre em contato conosco através do tel 3231 1177 e daremos todas as informações
    Desde já seja bem vinda!

    Cristina Santos
    Presidente da ORVAM

    ResponderExcluir
  25. Meu nome é Regina, moro em Cacoal -Rondônia. Fiquei muito sensibilizada com a história dessas mulheresque sofreram escalpelamento.Quando assistir pela TV Amazônica.
    Vou deixar meus cabelos crescerem , já que só uso curto.Mas por uma causa nobre , como essa,vou deixá-los crescerem.E assim que estiverem grandes, corto e enviar para vocês fazerem peruacas.
    Xau
    um grande abraço.

    ResponderExcluir
  26. olá...
    me chamo Laryssa oliveira tenho 16 anos, edes dos meus 10 anos eu sofro de Alopecia areata, por isso q venho em meio desta pedir q possam me doar uma peruca por que minha mãe não tem condições para comprar pra mimm....
    qual quer coisa entram em contato comigo...
    (62)93136812
    (62)94279783

    ResponderExcluir
  27. Quero doar o cabelo do meu filho (60cm, virgem, castanho claro, encaracolado), meu e-mail e telefone para contato é: anafigueiredo0603@hotmail.com | +55 (11) 96753-7626.

    ResponderExcluir
  28. Olá Cristina,gostaria de doar meus cabelos....
    Envio via correio? o endereço ainda é este?
    Aguardo
    anavaleriamalinoski@hotmail.com

    ResponderExcluir
  29. oi meu nome a jacqueliny e eu queria fazer uma doação de cabelos (pretos,liso,virgem, são da minha mãe) .
    e-mail: linyss@live.com
    telefone:(85) 34989762
    Fortaleza-CE
    Por favor entrem em contato.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  30. quero parabenizar oprojeto pois tenho uma irma que sofreu escopelamento hamais de 12 anos tem esperança com ajuda do projeto ela vai conseguir a peruca pois é um de seus sonhos pois a mesma sente um problema muito serio que a falta de seu cabelo uma vez que ela diz que a beleza da mulher esta a maior parte n cabelos espero que ela nao demore para receber sua peruca.

    ResponderExcluir
  31. Cortei meu cabelo e gostaria de fazer doação...como faço ?? Meu nome é Nazaré Queiroz.

    ResponderExcluir
  32. Marivalda Gonçalves Pena29 de março de 2014 14:52

    Minha filha gostaria de doar o cabelo, mas eu gostaria de falar com vocês por telefone, pois moramos em Igarapé-Miri, já tetamos ligar, porém não conseguimos, meu nº é 818396876 ou 92518071.

    ResponderExcluir
  33. Tentem pelo facebook: https://www.facebook.com/orvam.ong?fref=ts

    ResponderExcluir
  34. Olá sou Herliane Bentes moro em Santarém Pará e quero doar meus cabelos. Meu E-mail: herlybentes@hotmail.com

    ResponderExcluir
  35. -OLA MEU NOME E MARYSA SANTOS,MORO EM CURRALINHO PARA, QUERIA MUITO AJUDAR DE ALGUMA FORMA.

    ResponderExcluir